22 MINISTÉRIOS, BOLSONARO?




O governo Collor teve 12 ministérios. O de FHC, 21. A porteira da iniquidade foi aberta nos governos Lula. Em seu primeiro mandato (2003 – 2006) aboletou gente de toda espécie em 32 ministérios. Lembra da Benedita da Silva? Ficou 387 dias à frente do Ministério da Assistência e Promoção Social até ser flagrada usando dinheiro público em uma “viagem a trabalho fake” para participar de um encontro religioso em Buenos Aires. Como toda comunista de escol, se hospedou em um dos mais caros hotéis da cidade, o Alvear (diárias, na época, a partir de 500 dólares). Em sua agenda constava o “12º Café da Manhã de Orações”...

No segundo governo Lula (2007-2010) o número de ministérios pulou para 37. Era preciso agasalhar toda a cumpanheirada mesmo que para isso se criasse verdadeiras células criminosas para a extorsão sintomática dos recursos da Nação. José Dirceu cuja condenação a 8 anos, 10 meses e 28 dias por corrupção passiva e lavagem de dinheiro foi, neste dia 28.11, confirmada pelo TRF-da 4ª Região é o símbolo definitivo da qualidade ministerial da era Lula. Nem vamos mencionar Agnelo Queiroz (também condenado) ex-ministro do Esporte, nem outros meliantes que conseguem a proeza de ocupar esferas ainda mais baixas na espiral dos desvios éticos. Nos anos funestos do PT, simplesmente, dezoito ex-ministros estavam envolvidos com algum tipo de ação criminosa cuja conta chega aos 1,25 bilhões de Reais.

Mas, tudo podia ser pior com Dilma Vana cujos transtornos mentais, como se sabe, desafiam o conceito de anormalidade. A ex-guerrilheira cravou o recorde dos recordes dos desmandos administrativos com seus 39 ministérios!

Os Estados Unidos possuem apenas 15 ministérios. A Alemanha, 14. A Itália, 18. A França, 16. Em nossos vizinhos Chile e Argentina esse número não passa de 20. O México tem 19 pastas. O governo Temer conseguiu reduzir o número delas de 39 para 29.

Bolsonaro ,durante a campanha, assegurava que faria uma drástica redução no número de ministérios. Falou em no máximo 15. Infelizmente, não pode cumprir o prometido. O número já está em 22! É muito, sob quaisquer parâmetros que se queira adotar.
A sociedade não tolera mais conviver com um Estado grande, ineficiente e perdulário. Chega! Simplesmente, não dá mais.

posts parecidos

Política

Conectividade de A-Z

O CANAL PARA FALAR DA CONEXÃO HUMANA.

Aqui você tem voz. Pode contribuir, sugerir, criticar, propor temas, discutir e ampliar o escopo do Blog. Nossa conexão poderá fazer a diferença.