O PESO INSUSTENTÁVEL.




O Congresso votou uma pauta bomba que eleva em algumas toneladas a carga que esfola nossos ombros e nenhum pio de ninguém. O tamanho da maldade: 102,3 bilhões de Reais. O mortal comum, que pega o ônibus para ir ao trabalho e ganha salário mínimo, não sabe, mas ele e a maior parte dos pagadores (honestos) de impostos são como o Atlas da mitologia grega. Estão condenados a levar nas costas o Brasil das corporações formadas por funcionários públicos e por políticos sem outra causa que os próprios bolsos.

A frase de hoje vem do Ministro da Justiça, Torquato Jardim “O dia que o trabalhador brasileiro souber que trabalha para pagar a aposentadoria do setor público vai ser a queda da Bastilha”. Faz sentido. Na média, as aposentadorias pagas aos servidores são 12 vezes maiores do que as pagas para os trabalhadores da iniciativa privada.

Leio na mídia que as mulheres decidiram votar em branco ou nulo. É de dar calafrios. Logo elas que possuem uma inestimável folha corrida de bons serviços prestados à sociedade.

As eleições de outubro se aproximam e você, caro leitor(a), não se iluda. É o seu voto que fará toda a diferença. Antes de decidir em quem votar para presidente, invista algum tempo na pesquisa sobre a que deputado federal, estadual e senador você vai entregar os destinos da Nação.

O PDT do psicótico Ciro Gomes já declarou que vai detonar a Reforma Trabalhista, aquela acabou com o execrável imposto sindical e outros benefícios que só beneficiavam trabalhadores mal-intencionados.

O PSDB do amorfo Geraldo Alkmim, como sempre, não abraça nenhuma das causas necessárias à urgente modernização do país. Ainda vivem da lembrança dos tempos do Plano Real.  Dos 25 deputados presentes na votação recente da gastança dos 102,3 bilhões, 20 votaram a favor dela. E foram eles os pais da Lei da Responsabilidade Fiscal cujo mantra é (era?) “você não pode gastar mais do que arrecada”.

O MDB, não precisa de apresentações. Tudo o que há de pior e mais atrasado no mundo político está lá. Temer, Renan Calheiros e Renan Filho, Romero Jucá, Roberto Requião, Eduardo Cunha, Edison Lobão, Valdir Raupp. Segundo o site “Ranking dos Políticos” é do MDB o pior congressista do Brasil: Celso Jacob (MDB-RJ) com inacreditáveis 1047 pontos negativos de avaliação!

Também não é preciso falar desta praga bíblica que atende pelo nome de PT. Agem como vampiros. Votar neles é contrair, para sempre, o vírus mortal da contaminação eterna sem possibilidade de antídoto. Seu objetivo único: transformar o país no território mundial dos mortos-vivos. Algo como a Venezuela definitiva. O líder Dráculula está preso em Curitiba. Não se sabe até quando as legiões do bem resistirão às manobras das trevas.

Dados do Banco Mundial mostram que 13,1% do Produto Interno Bruto nacional é destinado ao pagamento da folha salarial do funcionalismo público (majoritariamente petista). Esse porcentual supera, em muito, o que o país investe em áreas estratégicas como educação (4,9%) e saúde (9,1%). 

Os militantes do “Sanguessuga de Consciências” são tinhosos e incansáveis. Perseguem a ubiquidade e tentarão, de todas as maneiras, nos impor seus candidatos e através deles sua visão de mundo. Eles jamais cairiam na esparrela apregoada e acreditada pelos ingênuos e desinformados. A do voto branco ou nulo. Ao contrário. Eles querem que o maior número de pessoas assim proceda. Porta aberta para a vitória do mal consciente.

Não existe saída além do voto. Essa é a regra do jogo. A única esperança de mudança começa com a renovação radical do Congresso. Nas próximas eleições não reeleja ninguém. Ou quase ninguém... Sim. Há uma ínfima minoria honesta dentre deputados e senadores. Esmagados pelo lado escuro da força.

Atlas estava destinado a sustentar o peso do mundo nas suas costas. Eternamente. Atlas não votava... Você, vota!

posts parecidos

Política

Conectividade de A-Z

O CANAL PARA FALAR DA CONEXÃO HUMANA.

Aqui você tem voz. Pode contribuir, sugerir, criticar, propor temas, discutir e ampliar o escopo do Blog. Nossa conexão poderá fazer a diferença.