ZERO A COMEMORAR.




Nenhum partido político brasileiro, hoje, tem algo a comemorar. Nem o vetusto PMDB (registro em 30.06.81). Nem o tão novo quanto desnecessário PMB – Partido da Mulher Brasileira (registro em 29.09.2015).

 Partidos políticos no Brasil (até prova em contrário) não se pautam por crenças, valores e atitudes verdadeiramente republicanas. Partidos políticos por aqui não dão a mínima para a sociedade. Tampouco defendem qualquer tipo de ideia que sirva para tirar o país da periferia e da desimportância mundiais. 

 Partidos e políticos dessa região subequatorial querem mesmo é enriquecer a si próprios sem descartar nenhuma possibilidade ilícita, ilegal ou antiética.

O Partido dos Trabalhadores pretende comemorar amanhã seus 36 anos de fundação (no TSE, consta que o deferimento do registro do partido deu-se em 11.02.1982). Se tivessem um mínimo de inteligência emocional fariam como certas espécies de animais que, diante das adversidades sazonais, optam pela reclusão temporária. Mas, sabemos todos, o PT não tem inteligência de espécie alguma e muito menos vergonha na cara.

Nem vamos enfadá-lo, caro leitor, com as lembranças do Mensalão cujo símbolo máximo, José Dirceu de punho em riste, hoje ocupa uma cela, pela segunda vez (desde 03.08.2015) por conta da 17ª Fase da Operação Lava-Jato. É sempre bom relembrar que dos dezoito deputados condenados no Mensalão, sete são petistas.

O capo di tutti capi , como diz a máfia siciliana, Lula da Silva, aqui já é rejeitado por 61% dos brasileiros (4 em cada 5 jamais votariam nele, conforme pesquisa recente). Sua carreira política vaza célere para o volume morto da insignificância.

O prefeito de São Paulo, o petista Fernando Haddad responde a uma ação civil impetrada pelos promotores Marcelo Milani e Nelson Sampaio. Auditoria do Tribunal de Contas do Município comprovou que um quilômetro de ciclovia petista custa sete vezes mais que a da gestão anterior. Para não restar dúvida sobre esse descalabro, para cada quilômetro de tinta vermelha pintada no chão o contribuinte paulistano pagou inacreditáveis R$ 4,4 milhões. O total da conta chega aos 55 milhões de Reais!

O também petista, Antônio Conquista, presidente do Postalis (Fundo de Aposentadoria dos Correios) está sendo investigado pela Polícia Federal por malversações que provocaram um rombo na casa dos bilhões. Simplesmente, este energúmeno autorizou, entre outras coisas, que o dinheiro do Postalis fosse dilapidado na compra de títulos da dívida da Venezuela! É isso mesmo que você leu.

O verdadeiro símbolo do PT não é nem Dilma nem Lula. A definitiva face petista refletida no caleidoscópio dos desvios de conduta pertence ao deputado Lindbergh Farias (RJ). Este indivíduo responde a 13 processos na Justiça (recorde absoluto entre seus comparsas de Parlamento).

Farias é acusado de emprego irregular de verbas públicas, peculato, formação de quadrilha, improbidade administrativa, corrupção passiva, crime de responsabilidade contra a lei de licitações, a ordem tributária, o sistema financeiro e as finanças públicas.


O PT quebrou o Brasil. O PT é um partido lesa-pátria. O PT é uma organização criminosa a serviço de si próprio. Alguém, em sã consciência, vê algum motivo para comemoração ?

posts parecidos

Política

Conectividade de A-Z

O CANAL PARA FALAR DA CONEXÃO HUMANA.

Aqui você tem voz. Pode contribuir, sugerir, criticar, propor temas, discutir e ampliar o escopo do Blog. Nossa conexão poderá fazer a diferença.