PREPARE AS PANELAS!

Dia de chuva fina em Curitiba nessa terça. Eu na esteira em frente da TV. Sem opção de mudança, vejo o programa matinal da Record de jornalismo e variedades. De repente, aparece na tela o advogado Marcello Feller de Gil Rugai, o ex-seminarista que assassinou pai e madrasta e foi condenado a 33 anos e 9 meses de prisão, mas que por conta da lei antiga, continuava belo e faceiro como um colibri. Feller declara à uma atônita repórter que a “decisão do STF foi uma decisão promíscua e que seu cliente tem o direito de estar solto”. Promíscua é a retórica desse tipo ultrapassado de meliante causídico. Vão ter que se reinventar se quiserem continuar no lucrativo mercado de defesa de psicopatas criminosos.

Os jornais diários não deixam dúvidas. O Ano do Macaco nem bem começou e as diabruras dos primatas políticos estão à toda. No NYTimes o jornalista Paul Krugman nos diz que "Donald Trump é uma figura sinistra e que suas propostas são profundamente estúpidas e desastrosas se colocadas em prática".

Marco Rubio, o concorrente de Trump, segundo Krugman, “fala para uma elite ignorante defendendo a fogueira para os direitos civis e o corte obsceno de impostos para os muito ricos”. Quem assiste House of Cards sabe que nesse círculo do inferno não há surpresas.

Na Bolívia, o pajé cocaleiro Morales não poderá se reeleger pela quarta vez consecutiva. As chances do “não” no referendo convocado, enterram de vez a pretensão de carreira infinita para mais um aluno do comunismo cubano no continente.

Enquanto isso, em Vanalândia, a novíssima categoria de ópera-bufa-surrealista leva o libreto da sem-vergonhice política a uma nova fronteira do absurdo. A peça chama-se “Io Ritornerò” (Eu voltarei) por Delcídio Amaral (PT-MS). Será o personagem cassado? Voltará a presidir a Comissão de Assuntos Econômicos? Chantageará os colegas? Explodirá o Senado?

O país aguarda para hoje à noite, de panelas em punho, a estreia de outro evento bufo-patético. A peça redigida por Rui Falcão chama-se “Fare il Nescio”- aquele que se orgulha de não saber. O protagonista? Lula da Silva.


E nem precisamos falar da prisão do casal Santana. Pelo menos, não hoje!

posts parecidos

Política

Conectividade de A-Z

O CANAL PARA FALAR DA CONEXÃO HUMANA.

Aqui você tem voz. Pode contribuir, sugerir, criticar, propor temas, discutir e ampliar o escopo do Blog. Nossa conexão poderá fazer a diferença.