A GRANDE MENTIRA.



Eu e você sabemos que Dilma Vana mente. O PT sabe. A oposição sabe (e ela, claro, também mente). Os eleitores de Dilma Vana sabem (os 7% que ainda dizem apoiá-la sabem também só que não admitem). Toda a justiça brasileira está cansada de saber em todas as instâncias possíveis. Até as meninas do Book Rosa sabem.

Dilma Vana é uma mentirosa compulsiva. A mentira é o seu modelo de gestão. A cada dia ela e seu partido jogam ao vento mais uma.  Se colar, colou. A questão é que há muito tempo não cola mais. O descenso contínuo na qualidade das lorotas torna Dilma Vana um ser patético à deriva.

Dilma Vana sempre negou a existência de crise no país. Para ela o mundo estava em crise. Não o Brasil. Chegou ao despautério supremo de dar conselhos à Angela Merkel sobre o tema. E tome pedaladas fiscais. E tome PACs jamais efetivados. E tome Petrolão. Nos estertores de um governo que começou defunto e continua insepulto agora ela nos diz que “só percebeu a gravidade da crise econômica após as eleições”. É um escárnio!

Dilma Vana não é uma tresloucada (embora aja como tal). Ela é uma mentirosa contumaz e cínica. Desconhecia a corrupção na Petrobrás. Desconhecia a participação de colegas de partido no esquema. Cada declaração de Dilma Vana é um insulto injurioso aos brasileiros.  

A tal da “nova matriz econômica” que destruiu todas as árduas conquistas advindas das reformas essenciais do governo FHC (sem as quais já seríamos uma Venezuela) foi a maior e mais deletéria mentira jamais urdida por um chefe de Estado eleito democraticamente. Com isso regredimos 20 anos e chegamos a uma encruzilhada sem opção de caminhos melhores.  Serão anos e anos de esforço extremo para sanear as contas públicas criminosamente deterioradas por Dilma Vana e seu partido.

A mentira sempre foi um tema recorrente na história e na literatura. Dante Alighieri (1265-1321) em sua Divina Comédia nos ensina que o inferno possui nove círculos. O oitavo é para os fraudadores, mistificadores, aproveitadores, hipócritas e corruptos em geral. O nono e último é destinado aos traidores. A lógica é a seguinte. Uma coisa é planejar um crime contra um desconhecido qualquer que pode se defender de quem o ameaça. Outra, é fazer o mesmo contra alguém que confia nele e por isso se encontra totalmente indefeso. Para esse tipo de crime se reserva a punição máxima no canto mais profundo do inferno.

A mentira é a semente dos maiores crimes. Adolf Hitler já sabia disso melhor do que ninguém. É dele a frase que inspirou Joseph Goebbels (o João Santana do Nazismo).
“As grandes massas cairão mais facilmente numa grande mentira do que numa mentirinha”.

Para você, caro leitor, escolhemos algumas das mais emblemáticas citações sobre a mentira. Você reconhecerá em todas elas a verdadeira face de Dilma Vana e seu partido.

“Quem não conhece a verdade não passa de um tolo; mas quem a conhece e a chama de mentira é um criminoso!” Bertold Brecht.

“Uma mentira pode correr meio mundo antes que a verdade consiga calçar as botas”. James Callaghan.

“O diabo pode citar as Escrituras quando isso lhe convém”. William Shakespeare.

“Pode-se enganar a todos por algum tempo; pode-se enganar alguns por todo o tempo; mas não se pode enganar a todos todo o tempo”. Abraham Lincoln.

“O menor desvio inicial da verdade multiplica-se ao infinito à medida que avança”. Aristóteles.

“Mentir para si mesmo é sempre a pior mentira”. Renato Russo.

“Quando as pessoas falam de forma muito elaborada e sofisticada, ou querem contar uma mentira, ou querem admirar a si mesmas. Ninguém deve acreditar em tais pessoas. A fala boa é sempre clara, inteligente e compreendida por todos”. Leon Tolstoi.

“Mentir é maldade absoluta. Não é possível mentir pouco ou muito; quem mente, mente. A mentira é a própria face do demônio”. Victor Hugo.

“A confiança do ingênuo é a arma mais útil do mentiroso”. Stephen King.

“Ninguém acredita em um mentiroso, mesmo quando ele diz a verdade”. Cícero.

“A linguagem política, destina-se a fazer com que a mentira soe como verdade e o crime se torne respeitável, bem como a imprimir ao vento uma aparência de solidez”. George Orwell.

“Na boca do mentiroso, até a verdade é suspeita”. Jacinto Benavente y Martinez.

“Os mentirosos estão sempre prontos a jurar”. Vittorio Alfieri.

“As mentiras têm uma grande vantagem sobre os raciocínios: a de ser admitidas sem provas por uma multitude de leitores”. Alessandro Manzoni.

“Meia verdade é sempre uma mentira inteira”. Provérbio Chinês.

“Os políticos são a mentira, legitimada pela vontade do povo”. José Saramago.

“A mentira é a religião dos escravos e dos senhores”. Máximo Gorky.

E para terminar uma frase especialmente destinada aos que elegeram Dilma Vana.


“É horrível perceber que tudo aquilo que você acredita é mentira”. Coringa Quinn.

posts parecidos

Política

Conectividade de A-Z

O CANAL PARA FALAR DA CONEXÃO HUMANA.

Aqui você tem voz. Pode contribuir, sugerir, criticar, propor temas, discutir e ampliar o escopo do Blog. Nossa conexão poderá fazer a diferença.