MAGNUM E AS MENINAS DO LIVRO ROSA.


Se você, caro leitor, é daqueles que acreditam que só no Brasil acontecem presepadas antiéticas e, ainda pior, que todas as mazelas por aqui ocorrem tão somente por causa de nossas origens luso-afro-indígenas e outras idiotices contagiosas melhor rever seus conceitos. 

Lembra-se do bigodudo canastrão, Tom Selleck, ator estadunidense que ficou famoso por interpretar o detetive Thomas Magnum na série de TV “Magnum” nos longínquos anos 80? 

Pois bem. No meio da mais grave crise hídrica da história da Califórnia, Selleck está sendo acusado de roubar água de um hidrante para beneficiar seu rancho no distrito de Thousand Oaks. 

 O “gato” hidráulico foi descoberto após o Calleguas Municipal District (o departamento de águas local) contratar um detetive para averiguar porque um caminhão tanque de aparência suspeita fazia viagens ao rancho do ator com tanta frequência. Mesmo depois de receber uma notificação do órgão fiscalizador o despudorado Selleck continuou a surrupiar o disputado recurso da municipalidade. 

O caso gerou milhares de comentários nas redes sociais dos Estados Unidos e, claro, foi politizado pelos eleitores democratas ao alegar que essa prática só poderia mesmo advir de um “republicano associado ao NRA” (National Rifle Association - um dos mais poderosos lobbies para a defesa de armas de fogo no país). 

Não tem jeito. Não importa se são os e-mails ocultos da Hillary Clinton ou as falcatruas do radical-espertalhão Aléxis Tsípras. Tanto faz se o circense Evo Morales presenteia o Papa com um crucifixo marxista ou se Dilma Vana se encontra na surdina com o Presidente do STF para tramar contra a República. 

A questão central é: sejam senadores ou socialites, favelados ou diretores da Odebrecht, ninguém está acima da Lei. E não adianta espernear chamando a oposição de golpista ou os cidadãos de bem de “coxinhas”. 

No céu dos criminosos políticos as instituições são débeis, o legislativo é conivente, o judiciário é condescendente e o dinheiro dos impostos serve para pagar as meninas do livro rosa... 

Só nos resta a esperança de que o TCU e o TSE cumpram o seu papel constitucional.

posts parecidos

Política

Conectividade de A-Z

O CANAL PARA FALAR DA CONEXÃO HUMANA.

Aqui você tem voz. Pode contribuir, sugerir, criticar, propor temas, discutir e ampliar o escopo do Blog. Nossa conexão poderá fazer a diferença.