OPERAÇÃO ZELOTE.

 

Estamos no ano 6 d.C. O Império Romano não dá refresco aos judeus cobrando-lhes tributos cada vez mais escorchantes. Judas, codinome “Galileu” engendra uma rebelião contra os dominadores com o mote “Não Pague Impostos aos Pagãos”. Foi o embrião da primeira guerra judaico-romana (66-70). Judas era um “zelote” (do grego antigo que significa alguém que zela pelo nome de Deus). 

Pule para o dia 26 de março de 2015. A Polícia Federal acaba de deflagrar a “Operação Zelote”. O alvo é Francisco Maurício Rebelo de Albuquerque Silva, Conselheiro Administrativo de Recursos Fiscais. 

O Conselho Administrativo de Recursos Fiscais - CARF é um órgão do Ministério da Fazenda  instalado  em 15.12.2009 , através da Portaria MF nº 41/2009 cujo sítio http://carf.fazenda.gov.br nos explica o porquê de sua existência:  

Missão : Assegurar à sociedade imparcialidade e celeridade na solução dos litígios tributários.
Visão : Ser reconhecido pela excelência no julgamento dos litígios tributários.
Valores : Ética, transparência, prudência, impessoalidade e cortesia.  

Pois bem. O “Conselheiro” Francisco está sendo acusado do desvio de R$ 19 bilhões de Reais. É isso mesmo que você leu! Quase o dobro da Operação Lava-Jato estimada em R$ 10 bilhões. 

Francisco, O Conselheiro é pai de Eduardo da Fonte, líder da frente PP-PROS no Congresso Nacional que por sua vez foi citado na Operação Lava-Jato. Claro que “citado” não quer dizer “culpado”, mas o seu Partido Progressista (ou seria melhor Partido da Propina ?)possui um escabroso histórico de falcatruas perpetradas por representantes da legenda de Norte a Sul do país. Veja a tabela a seguir: 

Parlamentar
Origem
Acusação
Roberto Britto
PP-BA
Captação ilícita de votos
Dilceu Sperafico
PP-PR
Apropriação indébita
Carlos Magna
PP-RO
Peculato e crime contra a Lei de Licitação
Pedro Henry
PP-MT
Condenado do Mensalão
Gladson Cameli
PP-AC
Dirigir Embriagado
Aguinaldo Ribeiro
PP-PB
Crime contra a Lei de Licitação
Ciro Nogueira
PP-PI
Malversação de verba indenizatória
Sandes Júnior
PP-GO
Negócios escusos com Carlinhos Cachoeira
Roberto Balestra
PP-GO
Crime eleitoral
José Otávio Germano
PP-RS
Desvio de R$ 44 milhões do DETRAN/RS
Jerônimo Goergen
PP-RS
Improbidade administrativa
João Pizzolatti
PP-SC
Banido pelo “Ficha-Limpa”

 O país está submerso em um tsunami da corrupção. A boa notícia é que algumas de nossas instituições como a Polícia Federal e o Ministério Público (ao que tudo indica) ainda são o porto seguro da parcela da sociedade que não compactua com desvios éticos sejam de que natureza forem. 

A página de Eduardo da Fonte nos informa que “Eduardo” significa próspero, guardião e que “desde cedo já despertava [nele] o sentimento de servir ao povo”. 

Quanto ao “Conselheiro”, ficamos sabendo pela imprensa que sua vida “é pautada pelo direito”.  

Francisco pai está sendo acusado de corrupção. Eduardo filho ainda está no limbo da dúvida. O Partido Progressista está em avançado estado de decomposição. A Polícia Federal e o Ministério Público estão fazendo a parte que lhes cabe. A sociedade está finalmente assumindo seu papel de repúdio à corrupção. Ter um país de que nos orgulhar, infelizmente, não é para esta geração. 

Ah, já ia esquecendo... O “zelote” do nome dessa operação não tem nada a ver com o “zelo” que todo servidor deveria ter com a coisa pública. A Polícia Federal tem direito também a uma boa dose de ironia. Afinal de contas não é fácil lidar com esse tipo de escória.

posts parecidos

Política

Conectividade de A-Z

O CANAL PARA FALAR DA CONEXÃO HUMANA.

Aqui você tem voz. Pode contribuir, sugerir, criticar, propor temas, discutir e ampliar o escopo do Blog. Nossa conexão poderá fazer a diferença.