O TORQUEMADA PETISTA


Caríssimo Leitor,
Este Blog pretende contribuir para a discussão e disseminação de ideias que permitam a conexão das pessoas em torno de propostas e projetos visando à mudança de nossa sociedade. Estamos falando de qualquer mudança não importa sejam elas culturais, políticas, sociais ou econômicas. Entendemos que essas mudanças só serão eficazes a partir da reposição de crenças e valores, que formam a base de um renovado comportamento individual e social. Simplesmente, não é possível falar da mudança ética, que tanto almejamos no discurso, sem passar pela mudança em nós próprios.
 
A história está repleta de bons e maus exemplos de liderança e gestão. Líderes que empurraram a humanidade para a barbárie ou trucidaram seu próprio povo por conta de crenças equivocadas podem ser encontrados às pencas nos anais da civilização humana.  Todos eles têm em comum a sede de poder eterno e irrestrito com o que pretendem eliminar sumariamente qualquer foco de resistência ou voz dissonante a seus intentos tirânicos.
 
Na China do século III a.C , o imperador Qin Shihuang  promoveu a primeira queima de livros de que se tem notícia. Todos os pergaminhos dos intelectuais que ousavam pensar diferente do déspota in charge foram destruídos dentre os quais os do sábio Confúcio. Qin seguiu a receita até hoje muito popular nas hostes de regimes totalitários: o controle absoluto dos textos didáticos, a proibição do ensino particular, o banimento das ideias consideradas perigosas, o culto à imagem e ora vejam, no ápice de sua crueldade insana mandou enterrar vivos 460 intelectuais e eruditos na cidade de Xianyang.
 
A mesmíssima receita foi seguida à risca pelo Partido Nazista de Adolf Hitler. O dia 10 de maio de 1933 passou à história como o marco da covarde perseguição aos escritores da Alemanha não alinhada com o exterminador de plantão. De norte a sul do país o que se viu foi a incineração pública de milhares de obras transformadas em cinzas pela intolerância do regime. O propósito dessa abdução do pensamento livre é tão conhecido quanto enfadonho: decepar toda e qualquer possibilidade de cabeça pensante divergente do status quo. Desde Adão e Eva conhecemos o poder que o fruto do conhecimento (que gera as sementes da sabedoria) pode operar em cabeças minimamente providas de neurônios.
 
Os dementados que tudo aceitam e os  fanáticos que tudo tentam esconder ou manipular não se fazem de rogados. Adotam o figurino dos loucos do talibã  que atiram no rosto de meninas aplicadas ou dos odiosos terroristas do Boko Haram que escravizam e estupram colegiais. Faz parte desse chorume  putrefato líderes que matam seus compatriotas em paredóns, carrascos que aprisionam oponentes em gulags siberianos , bolivarianos que encarceram parlamentares e “cumpanheiros” que escarnecem das instituições com punhos cerrados.
 
Não é por outra que os correligionários de Lula e Dilma tentam obstinadamente impor ao país o controle do pensamento metamorfoseado de “controle social da mídia”. A história tem nos ensinado que isso não passa de mais uma tentativa dissimulada de oprimir, difamar, perseguir, eliminar toda e qualquer forma de livre pensamento que colida com sua tenebrosa agenda de poder.
 
Ricardo Berzoini, o Torquemada petista , está pronto para enviar ao Congresso a nova bula contra os “hereges da democracia”. A procura por stigmata diaboli  (marcas do diabo) em todos quantos defendem o direito à crítica não vingará enquanto houver uma sociedade vigilante e o terror dos déspotas : a irrestrita liberdade de expressão e pensamento só possíveis em um regime verdadeiramente democrático.

posts parecidos

Política

Conectividade de A-Z

O CANAL PARA FALAR DA CONEXÃO HUMANA.

Aqui você tem voz. Pode contribuir, sugerir, criticar, propor temas, discutir e ampliar o escopo do Blog. Nossa conexão poderá fazer a diferença.