A "LAVA-JATO" COMO VOCÊ NUNCA VIU..


 
Bombou nas mídias sociais a indignação sobre os 88,6 bilhões de Reais que representam as perdas conhecidas (até agora) na Petrobrás em decorrência de todo o tipo de falcatrua, incompetência, descaso e certeza de impunidade perpetrados pelos ratos que estão no timão desta nau sem rumo chamada “Vanalândia”.  É bom esclarecer desde já que Vanalândia é a terra sem lei ocupada por uma escória voraz cujo apetite pelo poder só emula com sua determinação em corroer o patrimônio de um país chamado Brasil, que dela se tornou refém há 12 anos (com extensão de mais quatro).
A origem de tudo, você sabe, foi a Operação Lava-Jato que provavelmente  galgará o posto de “mãe de todas as operações” tal  a amplitude de seu alcance e a magnitude dos valores do butim compartilhado.
Agora você, caro leitor, dispõe de um canal direto com o Ministério Público Federal  e poderá, se quiser, conhecer em detalhes jamais imaginados todos os meandros dessa valorosa peça de defesa de nossa dignidade nacional.  Ao acessar http://www.lavajato.mpf.mp.br você chega até as provas do crime escaneadas e publicadas . É de estarrecer!
Quer saber a definição? Vamos lá: A operação Lava Jato é a maior investigação de corrupção e lavagem de dinheiro que o Brasil já teve. Estima-se que o volume de recursos desviados dos cofres da Petrobrás, maior estatal do país, esteja na casa de bilhões de reais. Soma-se a isso a expressão econômica e política dos suspeitos de participar do esquema de corrupção que envolve a companhia”.
Em termos relativos o mensalão pode ser considerado em unidade “nano” enquanto aqui a escala é “giga”. São 150 pessoas e 232 empresas investigadas; 60 mandados de prisão cumpridos, 12 acordos de delação firmados e 18 acusações criminais contra 86 pessoas pelos crimes de:
  •  Corrupção
  •  Crimes contra o sistema financeiro nacional
  •  Tráfego transnacional de drogas
  •  Formação de organização criminosa
  •  Lavagem de ativos e outros.
Ficamos sabendo todas as minúcias do escabroso “esquema” que já dura pelo menos dez anos envolvendo as maiores empreiteiras do país que pagavam propina para altos executivos da estatal e agentes públicos em percentuais variando de 1 a inacreditáveis 5% do valor de bilionários contratos.
Interessado em conhecer as quatro organizações criminosas lideradas por doleiros? Tá lá.  O didatismo do texto não deixa a menor dúvida para aqueles que colocam a verdade e a honra acima de fanatismos partidários. Veja que primor:
“O principal método de lavagem de dinheiro consiste na contratação fictícia, pelas empreiteiras, de empresas de fachada dos operadores, para justificar a ida do dinheiro das empreiteiras para os operadores. Em outras palavras, empreiteiras e operadores disfarçaram o pagamento da propina na forma de pagamento por serviços. As empresas de fachada responsáveis pelos serviços eram quatro: GFD INVESTIMENTOS, MO CONSULTORIA, EMPREITEIRA RIGIDEZ e RCI SOFTWARE. Nenhuma dessas empresas tinha atividade econômica real, três delas não tinham empregados (ou, mais exatamente, uma delas tinha um único empregado), e muito menos eram capazes de prestar os serviços contratados”.
Se você é do tipo detalhista poderá ver cada uma das provas que dão sustentação ao processo. Por exemplo:

AUTO DE APREENSÃO No. 1117/2014 Item 123 “Proposta de Fechamento do Bingo Fluminense”
Prêmio
Data
Unidade
Jogadores -A
Hot Nafta Coque
Julho/09
U-2300
UT/CN/MJ

Como já é de domínio público, “o cartel de empreiteiras possuía um regulamento que simulava as regras de um campeonato de futebol, para definir como as obras seriam distribuídas. Para disfarçar o crime, o registro escrito da distribuição de obras era feito, por vezes, como se fosse a distribuição de prêmios de um bingo”.
A cereja do bolo é a seção de “Perguntas e Respostas”. Nela você  elucidará todas as suas possíveis dúvidas sobre temas do tipo:
“ Por que alguém procura um doleiro?”
 “O que é uma empresa Offshore?  (dentre outros)
É hilário ler as criativas propostas dos internautas em como torrar 88 bilhões de Reais.  Um internauta sugeriu que daria para encher todos os reservatórios do país com água mineral Perrier. Lula certamente preferiria que fosse com “51”.
Mas, a coisa é séria. Dilma Vana ficou furiosa com a informação sobre os 88,6 bilhões. Preferiria, claro, varrer esse monturo pra debaixo da rampa do Palácio do Planalto como se isso possível fosse. As próximas fases da Lava-Jato prometem emoções mais fortes do que o traseiro de Paola Oliveira na TV.
Todo cuidado é pouco com o atual STJ chefiado pelo indulgente (com ladrões petistas) Lewandowiski. Já se sabe que, ao contrário do mensalão, o julgamento do petrolão não será televisionado.
Enquanto isso a má imagem do país corre o mundo com o Financial Times dizendo que “ As consequências da desvalorização da Petrobras vão além da empresa já que possuem importância sistêmica para a economia brasileira e ameaça derrubar o governo. A Petrobras é muito grande para fracassar. Mas também é muito corrupta para seguir desta maneira."
Não podemos deixar que Vanalândia se apodere de vez do Brasil.

posts parecidos

Política

Conectividade de A-Z

O CANAL PARA FALAR DA CONEXÃO HUMANA.

Aqui você tem voz. Pode contribuir, sugerir, criticar, propor temas, discutir e ampliar o escopo do Blog. Nossa conexão poderá fazer a diferença.