TODOS TEMOS UM LADO B. VOCÊ CONHECE O DE DILMA VANA?


 

Somos humanos e como tal, sujeitos a incoerências, desatinos e  imperfeições. Isso não é nenhuma novidade. O lado B de Marylin Monroe era pueril e inseguro. Nem de longe lembrava a poderosa deusa sensual que enlouqueceu John Kennedy. Esse sim. Com um espesso lado B: sexista, mulherengo, despótico, vingativo. O seu lema era “Não se irritem, Desforrem-se”.  Sua mulher Jacqueline, coitada, comeu o pão que o diabo amassou e não contente com isso casou-se com Onassis que usou seu poder para dilacerar o equilíbrio físico e mental da diva e sua mulher, Maria Callas, que por sua vez de tão temperamental, em suas aulas magnas ( Master Classes) humilhava as aspirantes a prima donas fazendo-as chegar às lágrimas ao que sempre repetia com um sorriso sádico: “Tears will take you nowhere my dear” (lágrimas não vão levá-la a lugar nenhum, minha cara”).

O lado B  não dá tréguas. Nelson Mandela era amigo íntimo de Fidel Castro e em 1990 teve a desfaçatez de afirmar que “Cuba sobressaía-se dentre os demais países por seu respeito aos direitos humanos e à liberdade individual”. Perguntem à blogueira cubana Yoani Sánchez o que ela acha disso...

Provavelmente, até Madre Teresa tinha seu ladinho B embora nada se saiba a respeito. O mesmo parece não ocorrer com Tenzin Gyatso o 14º Dalai Lama cujo lado b foi descortinado pelo livro The False Dalai Lama (O Falso Dalai Lama) que o descreve como um especialista em frases de efeito vazias e deslumbrado com o jet set internacional.

Os políticos, todos eles, assim como a Lua , possuem um lado oculto o qual tentam ,desesperadamente, subtrair das vistas da sociedade. Alguns vão além e possuem um lado C e D. Os do PT como já sabemos já chegaram ao lado Z de zângano (parasita, desonesto, fraudulento, segundo o dicionário Aurélio).

Dilma Vana, tem um nebuloso lado B que volta e meia emerge do pântano da mistificação. Para entender seus atos, valores e compreender sua inclinação por determinados comportamentos é preciso abrir a caixa preta de seu passado. Em tempos de ausência total de privacidade desta era digital, às vezes é preciso saber separar o joio do trigo. Mas, seguindo o exemplo de Franklin Martins, o Cérbero do partido dos mensaleiros, este Blog decide revelar esta pérola do You Tube.

Com vocês. O Lado B de Dilma Vana.
 
 
 
 

posts parecidos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para o desenvolvimento deste Blog. Desde já obrigado!

Conectividade de A-Z

O CANAL PARA FALAR DA CONEXÃO HUMANA.

Aqui você tem voz. Pode contribuir, sugerir, criticar, propor temas, discutir e ampliar o escopo do Blog. Nossa conexão poderá fazer a diferença.