QUALIDADE DE VIDA NO BRASIL. VIAGEM DO CÉU AO INFERNO.


 

 
Não é de hoje que este e outros governos se ufanam de nossa posição na classificação dos países com maior PIB (Produto Interno Bruto). Ser a  sétima ou sexta economia do planeta é tudo o que importa para eles. O verdadeiro desenvolvimento de uma nação se mede através do índice de bem-estar de seus cidadãos desde que não haja disparidades aviltantes entre regiões ou segmentos da população.

O IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) é divulgado pelo UNDP (United Nation Development Programme) e congrega virtualmente todos os países do globo. Quanto mais próximo de 1, melhor é o IDH (a medição vai de zero a 1).
Se você tem interesse em conhecer o relatório completo acesse http://hdr.undp.org/en/media/HDR_2013_EN_complete.pdf

Os 10 países com melhor qualidade de vida do planeta são:



Posição

País

IDH


Noruega

0,955


Austrália

0,938


Estados Unidos

0,937


Holanda

0,921


Alemanha

0,920


Nova Zelândia

0,919


Irlanda

0,916


Suécia

0,916


Suíça

0,913

10ª

Japão

0,912

 O Brasil está na 85ª posição (IDH=0,730) atrás do Chile 40ª (0,819) o mais bem situado da América Latina. Veja outros países da região.

Posição
País
IDH
40ª
Chile
0,819
45ª
Argentina
0,811
51ª
Uruguai
0,792
61ª
México
0,775
62ª
Costa Rica
0,773
71ª
Venezuela
0,748
77ª
Peru
0,741
85ª
Brasil
0,730

 Se serve de consolação, a China, segunda maior economia do planeta, ocupa a modestíssima 101ª posição com IDH=0,699.

O Brasil participa ativamente do PNDU (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) e publicou recentemente o IDHM( Índice de Desenvolvimento Humano Municipal Brasileiro), uma visão completa da qualidade de vida de cada um dos municípios do país. Para escrutinar o trabalho brasileiro em toda a sua complexidade o endereço é http://www.pnud.org.br/Noticia.aspx?id=3749

O IDHM calculado a cada dez anos, é muito mais importante do que o Produto Interno Bruto (PIB). Na verdade o IDHM é formado por três indicadores: vida longa e saudável (longevidade), acesso ao conhecimento (educação) e padrão de vida (renda per capita).

A boa notícia é que, essa última pesquisa nos informa que o IDHM brasileiro evoluiu 47,5%  no período 1991-2010.
O município paulista de São Caetano do Sul, com índice de 0,862, ganhou a láurea de melhor qualidade de vida do Brasil. É como se os são caetanenses morassem na Grécia (29ª posição; IDH=0,860).  Esta é a relação dos 10 melhores municípios brasileiros.

Posição
Município
IDHM
Equivalência Mundial
São Caetano do Sul (SP)
0,862
Grécia
Águas de São Pedro (SP)
0,854
Brunei
Florianópolis (SC)
0,847
Malta
Vitória (ES)
0,845
Andorra
Balneário Camboriú (SC)
0,845
Andorra
Santos (SP)
0,840
Eslováquia
Niterói (RJ)
0,837
Catar
Joaçaba (SC)
0,827
Barbados
Brasília (DF)
0,824
Barbados
10ª
Curitiba (PR)
0,823
Polônia

 Mas, nem tudo são flores. Na rabeira, ostentando o vergonhoso índice de 0,418 encontra-se o município paraense de Melgaço situado na ilha de Marajó cujos habitantes vivem como o paupérrimo país africano do Malawi (170ªposição; IDH=0,418).

O que acontece em Melgaço você pode adivinhar facilmente.  José Rodrigues Viegas, prefeito no período 2001-2008, respondia por sete ações de improbidade administrativa (ele morreu no ano passado e corre uma ação de ressarcimento movida contra os seus herdeiros).

A cidade ,com cerca de 25 mil habitantes, não tem água tratada nem saneamento básico (José Rodrigues embolsou os 120 mil Reais recebidos da Fundação Nacional da Saúde). A educação de Melgaço foi considerada como sendo a pior do Brasil (metade da população é analfabeta). O Ministério da Educação informou que, entre os anos de 1996 e 2013 repassou para o município a verba de R$ 174.945.759,93. O que foi feito deste dinheiro é uma pergunta que não pode calar.

Veja o ranking dos nossos 10 piores municípios:

Posição Geral dentre Municípios
Município
IDHM
Equivalência
Mundial
5556 º
Itamarati-AM
0,477
Tanzânia
5557 º
Cachoeira do Piriá-PA
0,473
Nigéria
5558 º
Bagre-PA
0,471
Nigéria
5559 º
Jordão-AC
0,469
Senegal
5560 º
Chaves- PA
0,453
Uganda
5560 º
Uiramutã-RR
0,453
Uganda
5562 º
Marajá do Sena-MA
0,452
Uganda
5563 º
Atalaia do Norte- AM
0,450
Zâmbia
5564 º
Fernando Falcão- MA
0,443
Djibouti
5565 º
Melgaço- PA
0,418
Malawi

 As capitais brasileiras tiveram um surpreendente progresso na última década. Veja a posição das 10 melhores:

Posição
Capital
IDHM
Equivalência Mundial
Florianópolis
0,847
Malta
Vitória (ES)
0,845
Andorra
Brasília (DF)
0,824
Barbados
Curitiba (PR)
0,823
Polônia
Belo Horizonte
0,810
Argentina
São Paulo
0,805
Croácia
Porto Alegre
0,805
Croácia
Goiânia
0,799
Bahrein
Rio de Janeiro
0,799
Bahrein
10ª
Palmas
0,788
Rússia

 Recife, a mais bem pontuada do Nordeste (IDHM=0,772) equivale à Costa Rica. Fortaleza (IDHM=0,754) ao Cazaquistão. Em último lugar, dentre as capitais, está Rio Branco (IDHM=0,727) empatada com a Armênia.

Chegar à posição da Noruega, como você, caro leitor, pode imaginar, está longe. Muito longe. 

Grande abraço e um ótimo final de semana.

posts parecidos

Conectividade de A-Z

O CANAL PARA FALAR DA CONEXÃO HUMANA.

Aqui você tem voz. Pode contribuir, sugerir, criticar, propor temas, discutir e ampliar o escopo do Blog. Nossa conexão poderá fazer a diferença.