O BARÔMETRO DA CORRUPÇÃO 2013


Sim. Ele existe. É medido pela Transparência Internacional através de pesquisa realizada em 107 países (Brasil, inclusive). Essa é considerada, de longe, a maior pesquisa global com o propósito de medir a opinião pública sobre a corrupção. Foram ouvidas cerca de 114 mil pessoas. Quem fez a pesquisa brasileira foi o IBOPE que entrevistou pessoalmente 2002 cidadãos entre setembro de 2012 e março de 2013.

Os entrevistados deveriam dar sua opinião sobre o que acham da corrupção em 12 setores da sociedade: partidos políticos, parlamentares, militares, ONG’s, mídia, instituições religiosas, setor privado (empresas), sistema de educação, judiciário, sistema de saúde, polícia e setor público.

Os entrevistados podiam escolher dentre notas de 1 a 5 para caracterizar sua percepção sobre a corrupção em cada um dos setores avaliados. A nota 1 significava que não havia corrupção percebida. A nota 5 apontava a existência de uma corrupção extrema.

Os resultados da pesquisa foram divulgados neste dia 13 de julho. Portanto são extremamente recentes. Compartilho com você, caro leitor, alguns dos pontos mais relevantes da pesquisa cujo teor completo você poderá acessar em http://www.transparency.org/whatwedo/pub/

BARÔMETRO DA CORRUPÇÃO GLOBAL – RESUMO

SETORES
MUNDO
BRASIL
1.     Partidos Políticos
3,8
4,3
2.     Parlamentares
3,6
4,1
3.     Militares
2,8
2,7
4.     ONG’s
2,7
2,9
5.     Mídia
3,1
3,1
6.     Instituições Religiosas
2,6
2,8
7.    Setor Privado 
3,3
3,0
8.    Sistema de Educação
3,1
2,9
9.    Judiciário
3,6
3,4
10. Sistema de Saúde
3,2
3,5
11. Polícia
3,7
4,0
12. Setor Público
3,6
3,3

Como você pode ver os campeões da corrupção no Brasil, segundo a percepção da população, são: Partidos Políticos, Parlamentares e Polícia.

Os menos corruptos são: Sistema de Educação, ONG’s, Instituições Religiosas e Militares (esses últimos percebidos como os menos corruptos de todos).

No mundo, a situação não muda muito: os Partidos Políticos também ganharam a taça da corrupção secundados pela Polícia e com o triplo empate entre Parlamentares, Judiciário e Setor Público na terceira colocação.

Um dos itens mais interessantes da pesquisa é o que aprofunda como os brasileiros opinam sobre as diversas facetas da corrupção como mostram as respostas às seguintes perguntas:

1. Nos dois últimos anos qual sua avaliação sobre a corrupção no país?

Aumentou muito
29%
Aumentou um pouco
18%
Ficou igual
35%
Diminuiu um pouco
15%

Para 82% dos brasileiros não há motivos para comemorar.

2. Em que medida você acha que a corrupção é um problema no setor público?

Um problema sério
70%
Um problema
18%
Um problema relativo
9%
Não é um problema
2%
Não existe esse problema
-

3. Em que medida você acha que o governo é comandado por organismos que agem apenas de acordo com seus próprios interesses?

Majoritariamente
14%
Em grande escala
26%
De alguma forma
26%
De modo limitado
24%
Simplesmente não existe isso
10%

4. Quão eficaz são as ações do governo no combate à corrupção?

Muito ineficaz
24%
Ineficaz
32%
Neutro (nem ineficaz nem eficaz)
21%
Eficaz
21%
Muito eficaz
2%

Para 77% dos cidadãos o governo não consegue resultados no combate à corrupção. Não é de admirar a intensidade com que as manifestações recentes têm exigido ações efetivas nesse embate principalmente sob a forma de leis mais duras.

5. Você acha que o combate à corrupção só é eficaz a partir do engajamento do cidadão comum?

Concordo totalmente
29%
Concordo
52%
Não concordo
12%
Discordo totalmente
7%

81 % dos brasileiros acreditam que a corrupção só será debelada se a sociedade, maciçamente, se empenhar no seu combate sem tréguas.

Essa é a melhor notícia da pesquisa. Um país sem corrupção é aquele em que seus cidadãos não a toleram e estão permanentemente atentos aos seus múltiplos disfarces. Sem descanso. Sempre!

Ainda é necessário converter à causa 19% da população. O número é gigantesco. Quase 40 milhões de brasileiros ainda acreditam que não têm papel algum no combate à corrupção.

Você e eu, que seguramente pertencemos aos 81% temos o dever cívico de trabalhar para chegarmos ao nível da Dinamarca. Lá, 91% da população não tolera a corrupção. Não é a toa que eles são o país menos corrupto do planeta.

Grande abraço.

posts parecidos

Conectividade de A-Z

O CANAL PARA FALAR DA CONEXÃO HUMANA.

Aqui você tem voz. Pode contribuir, sugerir, criticar, propor temas, discutir e ampliar o escopo do Blog. Nossa conexão poderá fazer a diferença.