A IMPRENSA ACERTA ATÉ QUANDO ERRA...


Caros amigos,

Agradeço pela repercussão da postagem  “O CASO DOS CARTÕES DE VISITA”.

Falei por telefone com a Karen Brisch, assessora de imprensa do vereador Prof. Galdino responsável pela divulgação do release sobre o tema.

Segundo a Karen, o edital da Prefeitura de Curitiba para a compra dos cartões mencionava claramente “preço por unidade”. Somente depois da repercussão do caso é que a Prefeitura se manifestou informando sobre o equívoco já que a “unidade” em questão compreendia um pacote  contendo 100 cartões (apesar de não estar explícito no edital).

É inegável a importância da investigação e acompanhamento das ações do poder público quer seja feita pelos vereadores, pela imprensa ou pelos cidadãos.

Cabe à Prefeitura de Curitiba ser mais cuidadosa nos textos de seus editais de licitação para que não suscitem interpretações errôneas.

Grande abraço.

posts parecidos

Conectividade de A-Z

O CANAL PARA FALAR DA CONEXÃO HUMANA.

Aqui você tem voz. Pode contribuir, sugerir, criticar, propor temas, discutir e ampliar o escopo do Blog. Nossa conexão poderá fazer a diferença.