E OS DINOSSAUROS NÃO MORRERAM...


E assim, do nada, sem que ninguém esperasse, os olhos cruéis do Tiranossauro Rex  fitaram a gigantesca bola de fogo em que se transformara o asteroide que mudaria para sempre a vida na Terra.  
Após  dominarem o planeta por 80 milhões de anos eis que , não mais podendo se adaptar às múltiplas e rápidas mudanças ocorridas no final do período Cretáceo, esses seres  desapareceram.  
Segundo a prestigiadíssima revista  estadunidense Science (publicada pela Associação Americana para o Avanço da Ciência, edição de Fev 2013) isso ocorreu a exatos 66.038.000 anos. Claro que a extinção dessa espécie não aconteceu da noite para o dia. Foi uma morte lenta, progressiva, mas inexorável.

Talvez esse seja o mais eloquente exemplo do que a impossibilidade de adequação a   um novo ambiente pode causar a uma determinada espécie. Alguns representantes da espécie humana parecem não ter aprendido a lição. São eles os últimos dinossauros existentes. Mas, de morte anunciada.

Tiranossaurus Castrensis  

Este tipo é de difícil classificação paleontológica, seus truculentos hábitos alimentares incluem espécies de diversos graus de periculosidade: de antagonistas políticos  martirizados em “paredóns” a inofensivas blogueiras azucrinadas por subespécies inferiores que infestam vastas regiões abaixo da linha do equador.
De seu antigo e luxuriante habitat restam  apenas os esqueletos do que outrora chegou a ser uma promissora civilização. Algumas submutações foram encontradas na Venezuela, Equador e Bolívia.
Veja essa:
O candidato venezuelano Nicolás Maduro declarou que, ao entrar em uma capela, viu o espírito de Hugo Chávez sob a forma de um pássaro abençoando-o. Nem os egípcios seriam capazes de imaginar este nível de  metempsicose (doutrina que prega a transmutação da alma de uma pessoa para um animal qualquer).

Bufanossaurus Rotundus

 O terceiro clone da linhagem dos dino-ditadores “Kim” é um desses espécimens que provoca o êxtase dos paleontólogos. Tudo indica que se trata de uma mutação esdrúxula  da família dos  Bufanossaurus Rotundus. Essa ardilosa espécie costuma aterrorizar seus vizinhos com a emissão de rugidos estridentes e desafinados.  
Veja essa...

“Quebrar a coluna dos inimigos dementes, cortar o pescoço e assim mostrar claramente o que é uma verdadeira guerra". Esbravejou o Bufanossaurus Rotundus recentemente.

A ex-espiã norte coreana Kim-Hyum-hee ( outra "Kim") declarou recentemente à imprensa internacional:  
"Na Coreia do Norte, me ensinaram que nosso líder, Kim Il-sung (pai do ditador-bufão atual), era um deus. Nos ensinaram a colocá-lo na frente de nossos pais. Nos ensinaram a dizer: obrigada, grande líder. E se a pessoa não fizesse isso, simplesmente era enviada para trabalhos forçados em um gulag (prisão altamente restritiva). A Coreia do Norte não é um Estado, é um culto".​

Comunistossaurus Brasiliensis

Trata-se de um agrupamento de remotíssima origem (possivelmente pré-diluviana) cuja principal característica é a petrificação deformante de crenças e comportamentos que através da repetição compulsiva enrijecem os neurônios transtornando a razoabilidade das ideias. Vangloriam-se de não mudarem jamais.
Veja essa:

O  obtuso PCdoB enviou carta à embaixada norte-coreana em Brasília solidarizando-se com  Kim Jong-un. O texto tece loas ao ditador-bufão e declara seu total apoio às ameaças à Coreia do Sul considerada como “títere norte-americano”.

Predatossauro Felicianus

Ataca todas as espécies impiedosamente. Utiliza-se de perigoso mimetismo para atrair presas indefesas que se deixam hipnotizar por um gestual abundante e belicoso. A letalidade de seu veneno não possui antídoto.
Veja essa...

Está disponível no YouTube uma pregação do “Pastor” Feliciano na qual ele afirma : John Lennon morreu com três tiros no peito. Eu se estivesse lá, olharia para ele e diria:  o primeiro tiro foi disparado por Deus, o segundo por seu filho Jesus e o terceiro pelo Espírito Santo”.

Em outro vídeo ele esbraveja contra o finado conjunto musical “Mamonas Assassinas”:

“O avião estava no céu, região do ministro do juízo de Deus. Lá na Serra da Cantareira. Ao invés de mirar para um lado, o manche tocou para o outro. Um anjo pôs o dedo no manche, e Deus fulminou aqueles que tentaram colocar palavras torpes na boca das nossas crianças”.

Nada mais precisa ser dito para tentar definir esta mente tresloucada.

Há um grupo de dinossauros que continua vivo. Eles souberam evoluir e transformaram-se nos pássaros que hoje embelezam nossas matas e florestas. Não só evoluíram como se multifacetaram em um estonteante caleidoscópio de cores, formas e tamanhos. E além disso, cantam...

Os pássaros se tornaram os mais bem-sucedidos vertebrados voadores. Bela lição aos nossos dinossauros que teimam em involuir.
 
Desejo a todos vocês, caros leitores, uma semana iluminada!

posts parecidos

Conectividade de A-Z

O CANAL PARA FALAR DA CONEXÃO HUMANA.

Aqui você tem voz. Pode contribuir, sugerir, criticar, propor temas, discutir e ampliar o escopo do Blog. Nossa conexão poderá fazer a diferença.