O FURACÃO SANDY, DIAS DAS BRUXAS E SACI-PERERÊ.


31 de outubro é dia de São Wolfgang. É dia das Bruxas. Na sua véspera, quer dizer, hoje ,NYC foi açoitada pelo furacão Sandy. É também dia dos Ferroviários o que  faz todo sentido já que as nossas ferrovias mais parecem mortos-vivos . O trem-bala da Dilma também parece estar assombrado.

Tá certo que nos Estados Unidos há toda uma liturgia cultural para se comemorar o Dia das Bruxas. Lá a bruxa está solta e se chama Sandy. E já que nós ,brasileiros, somos antropófagos culturais as bruxas por aqui começam a dar IBOPE.

O que poucos sabem é que dia 31 de outubro é, também, dia  do Saci-Pererê. Personagem muito mais interessante do que bruxas importadas. Segundo os pesquisadores do nosso folclore, a lenda do saci surgiu entre os índios que habitavam a região das Missões, no Rio Grande do Sul. Como o Brasil é enorme, a cada região em que se contavam as histórias do personagem  ele ganhava um up-grade.

Provavelmente foram as mucamas da Bahia que o transformaram em um negrinho de uma perna só (teria perdido a outra em uma encarniçada luta de capoeira)  que pitava um cachimbo. Claro que os portugueses não poderiam deixar de palpitar. Da mitologia lusitana herdou o gorro vermelho usado pelo Trasgo (um endiabrado indivíduo da região de Trás-os-Montes que possuía poderes sobrenaturais).

A turma do saci é muito mais punk. Ele próprio encarna a criatividade debochada do brasileiro ao trocar as previsíveis maldades das entidades do mal , que assolam o imaginário da mitologia de alhures, por pequenas travessuras bem-humoradas. Seus brothers são o Curupira (cabelos vermelhos e pés virados para trás) , a Mula-Sem-Cabeça que ao contrário de muitos políticos que a possuem como enfeite, cospe fogo pelas ventas ( virtuais, é claro) e o Boi-Tatá ( ao invés de bovino como se poderia  supor, trata-se de uma cobra de fogo que serpenteia nas florestas) . Aliás, esta informação veio de um dos meus mais assíduos leitores Luiz Rodrigues. Segundo suas pesquisas a palavra m'boy significa serpente em guarani. Nada como ter leitores cultos!

Vejam vocês que essa entourage é muito mais interessante por sua diversidade imprevisível do que legiões de bruxas padronizadas.

O saci já esteve mais presente na mídia.  Em 1912 nosso compositor maior Heitor Villa-Lobos (1887-1959) escreveu a marcha “Saci” que faz parte da suíte para piano “Petizada”. Mas, foi Monteiro Lobato  (1882-1948) que  lhe deu status de superstar  com o livro  “O Saci” publicado em 1921. Em 1973, o extinto grupo Secos & Molhados sugeriu alguma ação do saci com fadas entre corujas e pirilampos no hit-parade “O Vira” em que, ao que tudo indica, a galera se divertia virando homem e lobisomem .

Bons tempos aqueles. Hoje, seres muito mais assustadores ocupam espaço na imprensa com suas maldades  escabrosas. Alguns deles têm a desfaçatez de se autoproclamarem vítimas de um feitiço que deu errado. Ainda bem que o Brasil ganhou o super-herói  Joaquim Barbosa que tem tudo para se transformar  na lenda viva da ética e da justiça.

Ah!  Já ia quase esquecendo... São Wolfgang de Ratisbona (934-994) foi um bispo alemão canonizado em 1052 pelo Papa Leão IX por sua obra em prol da evangelização e proteção dos humildes no período inicial da idade Média. Juntamente com São Ulrico e São Conrado forma a tríade mais conhecida dos  santos germânicos. São Wolfgang é o padroeiro dos lenhadores.
Desejo a todos um criativo Dia do Saci-Pererê. 


Algo digno do Dia das Bruxas de brinde pra você:

Este vídeo fala por si só. É contundente como poucos. Irrefutável pelas imagens reais.
Trata-se de uma filmagem realizada por ocasião de uma das palestras de José Dirceu à camarilha do partido. O vídeo foi ao ar  contra a vontade do palestrante que ignorava sua existência. As imagens foram captadas em sigilo. Através deste fenômeno avassalador e democrático que é o You Tube esta edição está disponível na internet para desespero daqueles que ainda tentam um tal de "controle social das mídias" por saberem muito bem que a livre circulação das ideias é o antídoto mais eficaz para o veneno do totalitarismo.



posts parecidos

Destaques

Conectividade de A-Z

O CANAL PARA FALAR DA CONEXÃO HUMANA.

Aqui você tem voz. Pode contribuir, sugerir, criticar, propor temas, discutir e ampliar o escopo do Blog. Nossa conexão poderá fazer a diferença.