ADOTE UM EDIL. É AQUI ONDE TUDO COMEÇA.

Você checa seu extrato na internet e descobre que seu banco está cobrando uma taxa indevida. O que você faz? Fica feliz por estar contribuindo para a sustentabilidade do banco ou liga pro seu gerente de conta exigindo explicações?

Você ocupa um cargo de gestão na área comercial de sua empresa. Você descobre no Facebook que determinado colaborador, seu subordinado, levou a família toda pra Dubai de "classe executiva" e ficou hospedado no Burj Al Arab. O que você faz? Aproveita e encomenda uma túnica árabe para o próximo  carnaval ou reporta o caso ao Comitê de Conduta Ética de sua organização?

Você sabe. Ser síndico de um condomínio não é a mais gratificante das funções. Você é uma pessoa ocupada e realmente não tem tempo (nem paciência) para se ocupar da vizinha do 10º. andar que acha que pode praticar ginástica olímpica às 02:00 h da madrugada.

Garanto uma coisa: se o valor do seu condomínio sobe como a dívida da Grécia você convoca uma reunião de urgência. Se as contas apresentadas não resistem à auditoria mais primária você lidera o movimento de impeachment do síndico.

Percebeu o raciocínio?

Assim como os síndicos, os políticos também são eleitos. Por que você não investe 1 hora de seu tempo por semana, para controlá-los?

Proponho começarmos pelos edis.

O termo vem do latim edis curuis. Na Roma antiga era o funcionário responsável por observar e assegurar o bom estado de conservação dos edifícios e serviços públicos como ruas, fornecimento de água, etc. Os edis são os vereadores.

Como moro em Curitiba, resolvi investigar (confesso: pela primeira vez na vida) como andam nossos edis. Digitei no Google “vereadores de Curitiba”. Pronto! Acesso a um banco de dados surpreendente.

O vereador em que votei na última eleição não ganhou. Por isso resolvi escolher outro do mesmo partido do meu candidato derrotado.


Abre a lista de todos os vereadores por partido político. Escolho o Professor Galdino. Quero saber se, pelo menos, ele comparece às sessões da Câmara.


Tá lá. Na semana de 8 a 12 de agosto de 2011, Galdino compareceu a todas as sessões.

Fiquei curioso pra ver como o Galdino é.

http://www.cmc.pr.gov.br/fot1.php?ver=69

Bingo! Tem um semblante que inspira confiança e além do mais traja um guarda-pó impecavelmente branco, de professor. Tem orgulho da profissão e sabe o valor dos símbolos. Ponto positivo.


Agora o currículo dele. Impressiona. 49 anos. Formado em Estudos Sociais e História. Viveu na Europa e Japão entre 1988 e 1996. Fluente em francês, inglês e alemão. Titular das Comissões de Educação, Cultura e Turismo.


Nem tudo são flores. E isso é uma das maravilhas da democracia. Descubro o "lado B" do vereador.
Ele recebeu advertência verbal do Conselho de Ética da Câmara e responde a três processos administrativos: injúria racial, uso indevido do gabinete e quebra do decoro parlamentar.
Vou acompanhar o Galdino mesmo assim. Se compararmos sua ficha corrida com a de seus colegas das outras Câmaras ele é um São Francisco de Assis.

Form.jsp?bl_report_Proposicoes_consulta.offset=25

Agora, quero saber tudo o que o Galdino propõe na Câmara.
Descubro que suas propostas estão muito mais centradas na melhoria das vias públicas, segurança e meio-ambiente do que em educação como se espera de um professor.


Vou enviar ao Prof. Galdino um e-mail com as seguintes perguntas:

1. Quais são as suas propostas para a preparação das pessoas que trabalharão como anfitriões da cidade por ocasião da Copa de 2014?

2. O senhor defende compartilhar a utilização das canaletas do ônibus expresso com ciclistas. Não é um despropósito, já que o potencial de riscos parece ser desestimulante?

3. O Palácio Rio Branco (sede da Câmara Municipal de Curitiba) está em reforma pela enésima vez. Qual o motivo? Qual o custo da obra?

4. Quais são seus projetos para a educação municipal para os próximos anos?

Contarei a vocês o resultado. Enquanto isso, que tal você também adotar um edil?


Grande abraço!

posts parecidos

Destaques

Conectividade de A-Z

O CANAL PARA FALAR DA CONEXÃO HUMANA.

Aqui você tem voz. Pode contribuir, sugerir, criticar, propor temas, discutir e ampliar o escopo do Blog. Nossa conexão poderá fazer a diferença.